Turbo Force Funciona Mesmo? Tem Efeitos Colaterais?

turboforceTurbo Force: construindo massa, edificando o seu corpo.

Recentemente, tornou-se muito popular nos Estados Unidos e na Europa um tipo de suplemento esportivo que aumenta sua energia, melhora a resistência e constrói massa muscular. Uma das primeiras perguntas que qualquer pessoa faz a si mesma é se esse tipo de suplemento funciona mesmo, mas é só ver que a internet está repleta de depoimentos positivos a respeito do Turbo Force.

Composição que constrói monumentos.

BCAA

BCAAs (aminoácidos de cadeia ramificada) são aminoácidos essenciais para o crescimento muscular, pois são os blocos de construção das proteínas.
Quando você consome um alimento que contenham proteínas, ele é digerido pelo intestino e estômago. Durante este processo, a proteína é quebrada em aminoácidos individuais e em cadeias curtas de aminoácidos. Estes aminoácidos são suficientemente pequenos para serem absorvidos pela corrente sanguínea.

É um fato comprovado que os aminoácidos de cadeia ramificada presentes no turbo force (em particular a leucina) estimulam a síntese de proteínas e podem fazer isso em um maior grau do que uma proteína normal faria sozinha. Esses aminoácidos especiais também aumentam a síntese da maquinaria celular responsável pela realização do processo de síntese de proteínas. Assim, os BCAAs não só aumentam a taxa da síntese de proteínas, mas também aumentam a capacidade da célula de sintetizar proteínas! Sim, você leu certo.

Os BCAAs também trabalham a seu favor reduzindo a taxa de degradação de proteínas. Eles fazem isto (principalmente) ao diminuírem a atividade dos componentes do processo de degradação de proteínas, e também através da diminuição da expressão de vários complexos envolvidos na degradação de proteínas. (Nesse caso, eles diminuem a quantidade de mRNA produzido a partir do gene que codifica esses componentes. )

É fácil constatar que aumentar a síntese e diminuir a degradação vai equivaler ao ganho/manutenção do músculo.

homem musculado que tomou turbo forceOs BCAAs do turbo force têm ainda mais benefícios além da redução da fadiga e aumento da síntese proteica. Eles também podem ajudar a melhorar a intensidade do treino! Os BCAAs competem com o aminoácido triptofano para entrar no cérebro, onde o triptofano pode ser convertido para o neurotransmissor serotonina.

Durante o exercício, os níveis de serotonina sobem e isso pode aumentar (entre outras coisas) a percepção de fadiga, isso significa um treino menos intenso para você.

Turbo force funciona reduzindo a quantidade de triptofano que entra no cérebro e, portanto, reduz a quantidade de serotonina produzida. Isso pode permitir que você se exercite de forma mais intensa e por mais tempo.

Os BCAAs presentes no turbo force são o melhor que você pode usar pois não necessitam de digestão e são rapidamente absorvidos para a corrente sanguínea. Eles aumentam os níveis de aminoácidos no sangue de uma maneira muito maior e mais rápida do que os aminoácidos com ligação peptídica. Turbo force aumenta os níveis plasmáticos de BCAA a uma extensão muito maior do que 30 gramas de whey protein, impactando assim a síntese e degradação de proteínas a um grau muito maior.

A razão para os esses BCAAs terem um efeito tão poderoso nos níveis sanguíneos de BCAA é que, ao contrário de outros, estes não são significativamente metabolizados pelo intestino delgado ou pelo fígado. Portanto, tomar turbo force é como receber uma infusão de BCAA, porque ele atinge a corrente sanguínea muito rapidamente.

Clique Aqui Para Comprar no Site Oficial

LEUCINA

A leucina é um aminoácido essencial, o que simplesmente significa que nossos corpos não podem produzi-lo e temos de consegui-lo a partir de outras fontes. A leucina é o mais abundante dos três aminoácidos de cadeia ramificada (BCAA) em músculos (os outros dois são isoleucina e valina). Os BCAAs compõem uma proporção elevada de aminoácidos no músculo. Eles são únicos porque são os únicos aminoácidos queimados pelos músculos como combustível; Assim, ambos os níveis sanguíneos e musculares dos BCAAs diminuem após o exercício.

No passado, os pesquisadores consideravam os aminoácidos simplesmente como substâncias necessárias para produzir músculos e outros tipos de proteínas – mais ou menos como os tijolos necessários para construir uma casa. No caso da leucina, estudos recentes têm mostrado que este aminoácido tem várias funções que vão muito além do simples fornecimento de material para a construção muscular.

A leucina estimula a síntese de proteínas para a construção muscular.

embalagens de turbo forceSe você está interessado em adquirir músculos ou prevenir a perda muscular que normalmente ocorre durante uma dieta e no envelhecimento, estimular a síntese de proteína é absolutamente fundamental. A maioria das pessoas sabe que consumir proteínas induz ao aumento na síntese protéica muscular, e é por isso que é comum consumir os suplementos de proteína após o exercício. Agora, os pesquisadores estão focando seus conhecimentos para descobrir o porquê da proteína estimular o anabolismo (construção) do músculo. Os cientistas demonstraram que é o nível de aminoácidos no sangue que estimula diretamente a síntese de proteína nos músculos. Especificamente, o aminoácido leucina é altamente relacionado com a síntese de proteínas.

Em uma série de experimentos complexos, os cientistas examinaram diretamente a síntese de proteína muscular após dar várias fórmulas de aminoácidos para os animais comerem, e depois os compararam com a ingestão de glicose. Quando uma proteína completa (uma proteína que contém todos os aminoácidos) foi consumida, a síntese de proteínas aumentou. Quando apenas os aminoácidos essenciais foram consumidos, sem os aminoácidos não-essenciais, o mesmo aumento foi observado, indicando que os aminoácidos não-essenciais não são necessários para estimular a síntese de proteínas. Quando apenas os BCAAs foram consumidos, houve outra vez o mesmo aumento na síntese de proteínas. Por fim, quando apenas a leucina foi consumida, a síntese de proteínas ainda aumentava para a mesma ordem de grandeza. Estes resultados forneceram fortes evidências de que a leucina foi a força-motriz por trás da capacidade da proteína da dieta para estimular a síntese de proteínas.

A leucina ativa o mTOR – para ligar a construção muscular.

Uma série de estudos sobre células agora mostrou claramente que a leucina ativa diretamente um composto importante no músculo chamado de mTOR. Acontece que o mTOR é como um interruptor molecular que liga a máquina que fabrica as proteínas do músculo; e a leucina é um dos principais ativadores de mTOR. Portanto, a leucina não só fornece os blocos de construção para a síntese de proteínas, mas também desempenha um papel crítico na auto regulação do processo. Mesmo quando vários aminoácidos estão disponíveis para fornecer os materiais de construção para um novo músculo, a adição de leucina aumenta ainda mais as taxas de síntese de proteínas. A conclusão é que a adição de leucina à sua dieta é uma estratégia eficaz para maximizar o anabolismo muscular após exercícios de resistência.

A leucina te ajuda a emagrecer e a evitar o desgaste muscular durante uma dieta.

Um grande número de estudos tem mostrado que dietas ricas em proteínas ajudam a evitar a perda de massa muscular durante dietas e perda de peso. Pesquisadores da Universidade de Illinois realizaram estudos que examinaram dietas de perda de peso que continham 10 gramas de leucina por dia e um total de 125 gramas de proteínas por dia, com um mínimo de 2,5 gramas de leucina em cada refeição. Em dois estudos separados, os grupos que consomem dietas ricas em leucina apresentaram maior perda de peso, maior perda de gordura e melhor preservação da massa magra. Nesses estudos, as dietas ricas em leucina também resultaram em um melhor controle da glicose.

Em outro estudo, cientistas da Universidade de Columbia estudaram ratos que foram alimentados com dietas ricas em gordura. Quando alimentados com suplementos de leucina, o peso de gordura deles diminuiu em 25%. A leucina também promoveu um melhor controle de açúcar no sangue e reduziu o colesterol “ruim” total e LDL. A leucina aumentou o metabolismo de repouso deles, aumentando os níveis de UCP3 (proteína desacoplamento 3), que faz o corpo perder energia na forma de calor, em vez de armazená-lo como gordura corporal.

Clique Aqui Para Comprar Turbo Force no Site Oficial

mulher com grande definição muscularISOLEUCINA

A Isoleucina também está relacionada com BCAAs. A Isoleucina e os outros BCAAs podem ajudar a reduzir os efeitos nocivos do estresse em seu corpo. Este aminoácido também contribui para o processo bioquímico que lhe dá energia.
Isoleucina é frequentemente usado em misturas de aminoácidos, como as proteínas em pó, por atletas e outras pessoas que gostam de alta atividade. A fórmula Turbo Force ajuda a construir massa muscular magra e a reduzir a gordura.

VALINA

A Valina produz energia, o que ajuda a poupar a energia armazenada em sua glicemia.

Como é necessária para o metabolismo do músculo, reparação de tecidos e para a manutenção de um equilíbrio de nitrogênio adequado no corpo a valina é muito utilizada em suplementos de construção muscular e programas, e em fórmulas gerais para ajudar no metabolismo das proteínas.

Tomar suplementos de valina (juntamente com isoleucina e leucina) pode ser útil na construção muscular e pode também atuar na reparação de danos nos tecidos do fígado e doenças da vesícula biliar.

Clique Aqui Para Comprar no Site Oficial

VITAMINA B6

A vitamina B6, também conhecida como piridoxina, é a quinta das oito vitaminas B. O corpo necessita de vitamina B6 para executar mais de uma centena de reações enzimáticas que envolvem o metabolismo, sendo uma importante vitamina no corpo. As enzimas são proteínas que o corpo utiliza para provocar reações químicas. A metabolização de açúcar e de amido é dependente da disponibilidade de vitamina B6 no corpo. A vitamina B6 é importante na quebra do glicogênio armazenado no músculo.

A vitamina B6 também é utilizada durante a gravidez e na infância para ajudar o desenvolvimento do cérebro e está envolvida no sistema imunológico do corpo. Estas são algumas das outras áreas em que a vitamina B é vital:

Produção essencial de moléculas: a vitamina B6 está envolvida em muitos processos fisiológicos a nível molecular. Os aminoácidos (os blocos de construção dos músculos) exigem que haja um fornecimento adequado de vitamina B6 para a produção. Também é utilizado em ácidos nucleicos na criação de DNA. Devido a esta associação a ambos os ácidos aminados e nucleicos, a vitamina B6 é essencial para a formação de novas células no corpo. Isto pode ser visto pelo fato de que o heme das células vermelhas do sangue e os fosfolipídios demandam vitamina B6 para a sua formação.

Suporte do sistema nervoso: A vitamina B6 tem um impacto vasto e variado sobre o sistema nervoso. Ela está envolvida na criação de aminas, que são moléculas mensageiras e transmitem mensagens de um nervo para outro, também conhecidas como neurotransmissores. Devido a isto, a vitamina B6 é essencial para a regulação do humor, uma vez que é necessária para criar neurotransmissores de aminas derivadas, incluindo melatonina, serotonina, adrenalina, GABA, e norepinefrina.

homem levantando pesoPrevenção de inflamação: as pesquisas têm repetidamente demonstrado que a vitamina B6 é necessária para minimizar a inflamação corporal, embora pouco se saiba sobre a forma como este processo se desenvolve. Indivíduos com inflamação excessiva crônica parecem precisar de uma quantidade maior de vitamina B6 em sua dieta. Esta é uma das razões pelas quais é importante nos certificarmos de ingerir uma quantidade suficiente. Se temos níveis sanguíneos ruins, isso pode nos causar um risco de desenvolvimento de problemas de saúde inflamatórios, como diabetes tipo 2 e doença cardiovascular.

O metabolismo das proteínas, o crescimento e a utilização de hidratos de carbono é possível graças à presença de vitamina B6. Estudos sobre a vitamina B6 no desempenho atlético mostram que atletas precisam muito dela para ter sempre melhoria de desempenho.
É a única vitamina diretamente ligada à ingestão de proteínas. Quanto mais proteína que você consome, mais vitamina B6 você necessita. Por isso é de extrema importância para fisiculturistas, embora geralmente isso não seja conhecido ou discutido nos círculos de nutrição esportiva.

O mecanismo da reconstrução.
As pílulas Turbo Force contêm açaí, que é muito conhecido por suas propriedades antioxidantes. Turbo Force ajuda a aumentar os níveis de metabolismo no seu corpo, e, consequentemente, também aumentam os níveis de energia no seu corpo. Se você tiver sido vítima de fadiga geral e exaustão, perceberá que isso fará parte do passado ao tomar Turbo Force. Isso porque Turbo Force lhe ajudará a ter mais saúde e vitalidade. Turbo Force também ajuda na renovação celular e melhora a queima de gordura graças à Leucina.

Clique Aqui Para Comprar Turbo Force no Site Oficial

Turbo force tem efeitos colaterais? Faz mal?

Turbo force é um suplemento muito seguro que não apresenta efeitos adversos. No entanto, não deve ser tomado por grávidas, pessoas que sofrem da doença de Lou Gehrig, leucinose ou alcoolismo crónico.

Em caso de dúvida é sempre aconselhável consultar um médico.

TUDO MUITO BOM, MAS QUAL É O PREÇO?

A estrutura de preços nesse momento é a seguinte:

2 Frascos pelo Preço: R$129,00

3 Frascos com 1 Grátis pelo Preço: R$179,00

4 Fracos com 2 Grátis pelo Preço:R$ 229,00

5 Frascos com 3 Grátis pelo Preço Preço: R$279,00

E claro, sua compra está protegida por uma garantia de satisfação total. Tem 30 dias para testar o produto e se não ficar satisfeito com os resultados terá seu dinheiro de volta. Ou obtém os resultados que você deseja ou não gasta um centavo. Não tem como perder!

E como tomar Turbo Force?

A forma e dosagem correta de tomar o suplemento Turbo Force vem junto na embalagem. São 4 cápsulas por dia, logo após o treino.

Gostou? Então prepare-se para construir o seu novo corpo!

Clique Aqui Para Comprar Turbo Force no Site Oficial

Fontes:

  1. Valerio, A., D’antona, G., et al. BCAAs, Mitochondrial Biogenesis, and Healthspan: An Evolutionary Perspective. Aging. May 2011. 3(5), 464-470.
  2. Gualano, A, et al. Branched-Chain Amino Acids Supplementation Enhances Exercise Capacity and Lipid Oxidation During Endurance Exercise After Muscle Glycogen Depletion. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness.  2011.51(5), 82-88.
  3. Sharp, C., Pearson, D. Amino Acid Supplements and Recovery from High-Intensity Resistance Training. Journal of Strength and Conditioning Research. 2010. 24(4), 1125-1130.
  4. http://www.hchs.edu/literature/BCAA.pdf
  5. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20601741
  6. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22569039
  7. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20087302
  8. http://www.webmd.com
  9. https://www.youtube.com
  10. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11015466
  11. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10720160

Atualizado em Aug 20, 2015 @ 10:13 pm

Como classifica este artigo?
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 4.40 de 5 possíveis)

Loading...

One Comment

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *